Relativismo Cultural

Relativismo Cultural

 - Padrão Ilógico
Você está aqui: Filosofia >> Relativismo Cultural

Relativismo Cultural: Toda Verdade é Local
Relativismo Cultural é a visão de que os sistemas morais ou éticos, que variam de cultura para cultura, são todos igualmente válidos e que nenhum sistema é realmente "melhor" do que qualquer outro. Isto é baseado na ideia de que não existe um padrão definitivo do bem ou do mal, então cada decisão sobre certo e errado é um produto da sociedade. Portanto, qualquer opinião sobre a moralidade ou ética está subordinada à perspectiva cultural de cada pessoa. Em última análise, isso significa que nenhum sistema ético ou moral pode ser considerado o "melhor" ou "pior", e nenhuma posição moral ou ética em particular pode realmente ser considerada "certa" ou "errada".

O relativismo cultural é uma posição muito difundida no mundo moderno. Palavras como "pluralismo", "tolerância" e "aceitação" assumiram novos significados à medida que os limites da "cultura" têm se expandido. A maneira solta em que a sociedade moderna define essas ideias possibilitou que quase qualquer coisa pudesse ser justificada por motivos de "relativismo". O guarda-chuva do "relativismo" inclui uma ampla variedade de ideias, todas as quais introduzem a instabilidade e a incerteza em áreas que anteriormente eram consideradas resolvidas.

Aproximar-se à beira de um precipício lhe dá uma boa perspectiva do terreno abaixo. Dar um só passo maior que o limite do precipício, como o relativismo cultural faz, é simplesmente um desastre.

Obviamente, perspectiva é importante para nossa compreensão da história, psicologia e política. A perspectiva cultural pode nos ajudar a entender por que certas ações são consideradas certas ou erradas por uma cultura em particular. Por exemplo, uma antiga sociedade poderia ter considerado tingir o cabelo de verde como sendo um delito punível. A maioria das sociedades modernas acharia isso estranho, se não opressivo. No entanto, uma boa perspectiva cultural pode nos dizer muito mais. Se chegássemos a descobrir que o cabelo verde era um sinal de uma prostituta, poderíamos entender que não era a cor do cabelo em si, mas a prostituição que foi realmente considerada "errada".

No entanto, o problema com a mudança do ponto de vista cultural para o relativismo cultural é a erosão da razão que ela causa. Ao invés de simplesmente dizer: "nós precisamos compreender os costumes de outras culturas", na verdade diz: "não podemos julgar a moral de outras culturas", independentemente das razões de suas ações. Não há mais nenhuma perspectiva, tornando-se então literalmente impossível argumentar que qualquer coisa que a cultura faça seja certa ou errada. Ao aderir ao relativismo cultural estrito, não é possível dizer que o sacrifício humano seja "errado", ou que o respeito pelos idosos seja "certo". Afinal, esses são produtos da cultura. Isso leva qualquer conversa do direito moral sobre o penhasco, caindo assim em besteiras sem sentido.

Relativismo Cultural: Absolutamente Impossível
A contradição do relativismo cultural se torna imediatamente aparente. Uma sociedade que adota a ideia de que não há uma palavra final sobre o "certo" ou "errado" perde a capacidade de fazer qualquer julgamento. A maneira em que o relativismo, incluindo o relativismo cultural, tem permeado a sociedade moderna é demonstrado na forma bizarra em que tentamos lidar com essa contradição. "Tolerância" sofreu uma mutação para atribuir um apoio e consentimento incondicional de todas as opiniões e estilos de vida. No entanto, aqueles que escolhem ser "intolerantes" não devem ser apoiados ou aceitos. A tolerância, portanto, torna-se um "bem supremo" em si, sendo assim totalmente contraditória à ideia inteira do relativismo. Da mesma forma, os crimes hediondos, como estupro e assassinato, exigem um julgamento moral - mas o relativismo cultural estrito não pode dizer que essas coisas são sempre erradas.

O relativismo em geral se desmancha quando analisado do ponto de vista puramente lógico. A premissa básica é que "a verdade é relativa". Se cada declaração sobre a verdade for válida, então a frase "algumas verdades são absolutas" deve ser válida. A declaração "não existem verdades absolutas" é correta, de acordo com o relativismo - mas é uma verdade absoluta em si. Estes contradizem o próprio conceito do relativismo, o que significa que o relativismo absoluto é auto-contraditório e impossível.

Relativismo Cultural: Despedaçando-se
Na prática, o relativismo cultural não pode ultrapassar os limites da lógica, nem pode substituir o senso de moralidade inerente à humanidade. Nós instintivamente sabemos que algumas coisas são erradas, então os relativistas culturais tentam ajustar sua filosofia para atender a essa necessidade. Declarar determinadas ações como "erradas em grande parte" ou "corretas em grande parte" é nada mais do que inventar novas regras de acordo com a necessidade. Dizer que algumas morais são "melhores", mesmo se não forem "o melhor", ainda implica algum padrão que está sendo usado para fazer esse julgamento. Como você pode saber qual nuvem é mais alta a menos que você saiba que direção "para cima" é? Afirmar firmemente que nada é sempre errado é rejeitar o próprio relativismo. No final, aqueles que insistem em se agarrar ao relativismo cultural devem abandonar a lógica porque não há espaço para ambos. É literalmente impossível que uma pessoa racional acredite que não existem absolutos morais, ou pelo menos viva essa crença de qualquer forma significativa.

Uma vez que essa filosofia é um absurdo, deve haver alguns absolutos fundamentais de certo e errado, independentemente das opiniões de qualquer sociedade. Uma vez que existem divergências entre as diferentes culturas, não podemos supor que estas verdades sejam desenvolvidas por um grupo particular de pessoas. Na verdade, o único lugar lógico de onde esses conceitos podem se originar é algo mais universal, ou pelo menos mais fundamental, que a cultura.

Busque mais agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Perspectivas Filosóficas de Enxergar o Mundo

Materialismo Cultural
Politeísmo
Argumento Cosmológico
Deuses Gregos
Naturalismo
Existencialismo
Deuses Romanos
Humanismo Secular
Deuses Egípcios
Conteúdo adicional ...

Perspectivas Científicas de Enxergar o Mundo
O que a Bíblia declara ser verdade?
Teísmo
Fundadores dos Sistemas de Crenças
Religiões Mundiais
Descubra a verdade
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Relativismo Cultural to My Google!
Add Relativismo Cultural to My Yahoo!
XML Feed: Relativismo Cultural
Filosofia Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutPhilosophy.org, Todos os direitos reservados.