Comunismo

Comunismo

 E Amoralidade
Você está aqui: Filosofia >> Comunismo

Comunismo - Marxismo e O Manifesto Comunista
O comunismo, também descrito como "Socialismo Revolucionário do Proletariado" ou "Marxismo", é uma filosofia política e econômica. O resumo do comunismo é colocado em dois escritos principais: (1) O Manifesto Comunista, publicado pela primeira vez em 1848 por Karl Marx, e (2) Princípios Básicos do Comunismo, por Friedrich Engels. A pedido da Liga Comunista, um grupo ativista do qual faziam parte, Marx e Engels escreveram juntos o Manifesto Comunista. O objetivo principal do Manifesto Comunista era concentrar-se na luta de classes e motivar o povo comum à revolta. Ainda mais, ele foi projetado para imaginar um modelo de governo cuja economia iria destruir a classe alta - libertando assim a classe mais baixa da tirania. De acordo com o Manifesto Comunista, o Comunismo tem dez princípios principais:

  • Abolição da propriedade privada.
  • Imposto de renda alto e progressivo.
  • Abolição do direito de herança.
  • Perda dos direitos de propriedade.
  • Banco central.
  • Comunicação e transporte são propriedades do governo.
  • Fábricas e agricultura são propriedades do governo.
  • Controle governamental do trabalho.
  • Fazendas corporativas e planejamento regional.
  • Controle governamental da educação.
Fundamentalmente, O Manifesto Comunista foi uma rebelião contra a extrema pobreza da classe baixa.

Comunismo - Ateísmo e Amoralidade
O comunismo não acaba com as reformas econômicas e políticas. Por definição, ele ainda exige a abolição da religião e da moralidade absoluta fundada na religião. A ironia é que o comunismo supostamente tenta melhorar a civilidade na sociedade, mas remove todas as noções de Moralidade Absoluta, a pedra angular da civilidade. Além disso, depois do Comunismo ser instituído pelo povo, o sistema torna-se totalitário, resultando em maior opressão do povo a que foi projetado para "servir". Este fato é bem documentado em toda a história das nações comunistas.

Comunismo - Fundação no Czarismo
O comunismo, embora distinto, é considerado por alguns como tendo sido fortemente influenciado pelo czarismo, um regime totalitário substituído pelo comunismo após a Revolução Russa de 1917. Enquanto a maioria da história da Europa tenha sido simbolizada pelo governo de limitados centros de poder, a Rússia resistiu ao movimento da Europa para limitar o poder monárquico. O legítimo historiador Harold Berman escreve sobre a conduta política e histórica da Europa: "Também tem sido, ou foi uma vez, uma fonte de liberdade. Um servo pode correr para o tribunal da cidade para a proteção contra o seu mestre. Um vassalo pode correr para a corte do rei para obter proteção contra seu senhor. Um clérigo pode correr para o tribunal eclesiástico para obter proteção contra o rei" (Direito e Revolução). Os russos sob o regime czarista não tinham essa proteção das artimanhas de um czar injusto. Assim ocorre com os comunistas. Sob o comunismo, o governo é absoluto. Sob Stalin, talvez o mais notório comunista, cerca de 40 milhões de cidadãos russos foram assassinados "para o bem do Estado".

Comunismo - Os Resultados Práticos
Os resultados práticos do comunismo foram de terror e atrocidade para aqueles sob o regime comunista. Tanto assim que os defensores do marxismo fizeram todos os esforços para apontar onde os líderes comunistas se desviaram dos ensinos fundamentais de Karl Marx, em uma tentativa de absolver o comunismo. No entanto, não se pode negar que a influência marxista trouxe muitos desses horrores. A ironia é, o marxismo renuncia à religião, não por causa da doutrina religiosa, mas por causa das ações dos homens "religiosos". Ninguém pode acusar uma religião como o Cristianismo da doutrina do mal. No entanto, parece que os homens são intrinsecamente perversos e só precisam de uma oportunidade de expressar essa realidade inerente. É preciso olhar para o resultado global de uma doutrina filosófica sobre a sociedade, tanto boas como más, não os casos específicos de abuso. O Cristianismo, por exemplo, tem sido usado por homens maus para fazer muito mal, mas sua doutrina subjacente tem sido a causa de muitas coisas boas no mundo. O comunismo, por outro lado, tem trazido apenas atrocidade para o mundo. O comunismo não trouxe alívio para a maioria, como prometido, nem tem dado um fim à opressão, como previamente proposto. O comunismo só tem servido para retirar a Moralidade das massas - uma experiência perigosa e cara.

Aprenda mais agora!


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Perspectivas Filosóficas de Enxergar o Mundo

Humanismo Secular
Deuses Egípcios
Materialismo Cultural
Realismo e Naturalismo
Relativismo Moral
Politeísmo
Deuses Gregos
Existencialismo
Argumento Cosmológico
Conteúdo adicional ...

Perspectivas Científicas de Enxergar o Mundo
O que a Bíblia declara ser verdade?
Teísmo
Fundadores dos Sistemas de Crenças
Religiões Mundiais
Descubra a verdade
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Comunismo to My Google!
Add Comunismo to My Yahoo!
XML Feed: Comunismo
Filosofia Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutPhilosophy.org, Todos os direitos reservados.